Sob a égide do Lazer e Património

O tema forte do Plano de Desenvolvimento Local do LEADER + do Vale do Lima, constituindo o denominador comum de todos os projectos que nele se enquadram, é o Lazer e o Património. Dá-se assim continuidade aos propósitos que nortearam as primeiras edições do LEADER, estruturadas em torno dos temas Turismo e Património, tendo em vista o reforço dos resultados obtidos, com a complementariedade de outras intervenções de carácter inovador, programadas na óptica da cooperação a todos os níveis.

Este tema tem dois eixos interactivos que constituem, numa prespectiva pragmática, os domínios de enquadramento dos projectos - Aldeias de Tradição e Cooperação. Contudo, devem reter-se três conceitos que disciplinam esta estrutura axial - a sustentabilidade do ambiente, o reforço da economia e o desafio da inovação. Digamos que se trata da moralização de um sistema que aposta numa determinada área (Lazer e Património), subscreve dois objectivos (Aldeias de Tradição e Cooperação) e pauta a sua conduta no culto de três predicados (Ambiente, Economia e Inovação).

Os objectivos operacionais e específicos compreendem:

- tendo em vista a sustentabilidade do ambiente, apostar na valorização dos recursos naturais e culturais e na melhoria da qualidade de vida.
Projectos estruturantes:
  • Aldeias de Tradição
  • Plano Integrado de Ordenamento Rural do Vale do Lima
  • Preservação do Ambiente Natural e Eficiência Energética
  • Estruturas Rurais Edificadas e Equipamentos
- pressupondo o reforço da economia, reforçar a valorização do Turismo de Aldeia e dos produtos locais.
Projectos estruturantes:
  • Conservação do Património Rural e sua Renovação para o Turismo
  • Apoio à Transformação e Comercialização de Produtos Agrícolas e Silvícolas
  • Apoio às PMEs e artesanato
- promovendo o desafio da inovação, maximizar a competitividade dos produtos e serviços.
Projectos estruturantes:
  • Promoção da Zona de Intervenção
  • Apoio Técnico ao Desenvolvimento Rural
  • Novas Tecnologias
  • Agentes de Turismo e Artesanato

A estrutura que assegurará a aplicação eficiente do Plano de Desenvolvimento Local é composta por três componentes fundamentais:

  • o Grupo de Acção Local (GAL) que será o motor de todo o processo no Vale do Lima
  • a Cooperação Interterritorial e Transnacional (Vector 2), que permite a transferência de experiências e a complementariedade de funções com outras entidades LEADER
  • a Colocação em Rede (Vector 3), estabelece a ligação entre entidades LEADER nacionais e outros intervenientes no desenvolvimento rural para incrementar uma reflexão conjunta